YayBlogger.com
BLOGGER TEMPLATES

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

...

eu nunca disse que gostava de fazer asneiras!
desde pequena que passo a vida a ser chamada à atenção. em criança pequena porque só fazia disparates, não parava quieta e não me calava, e agora, em criança grande porque saio até tarde, porque faço muito ballet, porque não me preocupo com a minha saúde... se calhar ainda ninguém percebeu que são tudo tentativas para afastar a dor, o cansaço! passo tardes no ballet a matar o corpo com ideia de que enquanto dói o corpo nada mais dói, mas acabo por concluir que, no fim, dói a consciência, dói o facto de se ter cometido um disparate e de saber que a seguir aos disparates vêm os 'puxões de orelhas' e continuam a chamar-me à atenção e a moer-me o juízo como se eu não tivesse noção das coisas. são tudo pequenos lapsos momentâneos que acabam com lágrimas de arrependimento! e eu odeio quando é pior a emenda que o soneto, quando, na tentativa de facilitar, dificultamos... há fases na vida em que ela parece um nó que se vai complicando cada vez mais e não há forma de o desfazer. cai a esperança e a luz, e tudo fica imensamente escuro, imensamente assustador, imensamente real! admito que faço asneiras, que não sou perfeita e que estou bastante longe de o ser, admito que não gosto de errar e até de ser chamada à atenção, mas também admito que já sou capaz de reconhecer a importância dos erros e quedas, sempre seguidos de palavras duras de ouvir! tudo isso me faz crescer, tudo isso é essencial, mas se crescer é difícil porque é que crescemos? era tão mais simples escolher o caminho da facilidade, embora tão mais incorrecto e inútil...
eu só queria que tudo fosse um bocadinho mais fácil!
*

6 comentários:

Stereo disse...

maria minha querida ;D

Ceri-beri do Baralho disse...

não está fácil não.
vamos ter muito tempo para nós em breve.
nunca te esqueças, és a melhor @

Laurinha disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Mr.Sonhador disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mr.Pedro disse...

a vida não é fácil la isso e verdade, mas se fosse fácil não teria piada. se fosse fácil nao nos teriam cá posto. os desafios sao interessantes na companhia dos amigos. eles sao um grande apoio

Anónimo disse...

que lindo maria:O todos nos somos traquinas desde o primeiro ao ultimo dia :P

Beijo :)