YayBlogger.com
BLOGGER TEMPLATES

domingo, 2 de agosto de 2009

Tens tudo a dar, não percas tempo

"Chegar aqui hoje e ver todos estes jovens faz-nos sentir que todas as dores de cabeça e noites mal dormidas valeram a pena!” foi a frase do primeiro dia do Festival Jota, naquela sexta-feira de sol e entusiasmo. A Aldeia Jota começou a nascer na cabeça de cada um e foi-se pondo em pé pelas mãos de tantos outros… No meio do suor, do calor, do stress e do cansaço, o Festival com que todos sonhámos foi-se imaginando e criando, num milagre verdadeiramente emocionante. No último mês o Jota preencheu todas as horas do dia e todos os pensamentos e conversas. Com ele trouxe tudo o que os dias de felicidade pedem: amigos, sonhos, entusiasmo e gargalhadas, o melhor que eu podia ter. Durante os três dias em S.Jacinto a magia preencheu cada minuto e esteve presente em cada sorriso e em cada olhar maravilhado. Muitas vezes não tínhamos palavras para a felicidade que sentíamos e ficávamo-nos pelas trocas de olhares e pelas trocas de sorrisos, o suficiente para nos entendermos na enorme felicidade que (pre)sentíamos. Comunicar foi o verbo dos dias e fazer parte da equipa de Comunicação foi um privilégio e um desafio constante, poder trabalhar com tantos profissionais e amigos e poder ter lugar no nosso centro de Imprensa foi tão feliz como emocionante. Não querendo plagiar a Catarina e a Ondina, vou ter mesmo que o fazer porque não resisto a falar de algumas pessoas e a falar do quanto cada uma delas me fez crescer nesta experiência que me marcou o corpo e a memória. O tempo e os amigos multiplicam as amizades e os momentos felizes e foi isso que aconteceu nos últimos tempos…

Negrito
Jorge, na doçura que te caracteriza pude ver a forma como amas o que fazes e te dedicas a tudo aquilo em que acreditas, um abraço teu é a prova de que há pessoas que marcam e ajudam a tornar tudo mais fácil. João, consegui sentir contigo o stress de quem torce para que tudo corra como planeado e como desejado, encaras os desafios com responsabilidade e dedicação e trazes no olhar a ousadia que é ser de Cristo. Irmã Maria Armanda, uma guerreira de 81 anos e uma paciência de santa, a companheira de tardes de trabalho e a disponibilidade e boa-disposição em pessoa, uma avó para nós todos. Sónia, aventuras é connosco e trabalhar contigo é um desafio constante, consegues manter a eficácia mesmo em alturas de grande pressão e isso torna-te importante numa equipa de trabalho. Rita e Andreia, vocês são a prova de que os amigos dos amigos são nossos amigos também e era das amizades da Catarina que eu vos identificava, foi óptimo poder conhecer-vos e partilhar uma garagem com vocês, é sempre bom conhecer gente que está numa fase de vida completamente diferente da minha, é enriquecedor e estimulante. Paulo, meu marido de brincadeiras e gargalhadas, contigo é sempre mais fácil descomprimir e relaxar, consegues passar os problemas para segundo plano e tornar cada minuto o minuto perfeito para umas quantas gargalhadas. Nini, é tão bom ter-te por perto e poder estar ao teu lado nos fins de dia cansativos e desgastantes, a certeza de que as amizades resistem à distância está presente no nosso abraço, sempre tão reconfortante. Pedro, fascinas-me nessa tua entrega a 200% e nesse teu olhar sonhador, próprio de quem quer e acredita, sonhando e concretizando o Festival que todos imaginámos e que tu ajudaste tanto a crescer, tornando-te numa das principais cabeças deste Jota’09, deixaste-me fascinada e mais feliz de te conhecer tão dedicado. Ondina, a amiga de sempre, a amiga dos abraços e dos entre laços, amiga dos gelados prometidos e das arrumações, não há nada mais revitalizante que o nosso abraço, saber-se sempre tão presente é uma certeza que me alegra e faz perceber que os amigos são mesmo a melhor coisa do mundo. Catarina, a super-mulher-mãe-amiga, foste tu que me desafiaste para esta equipa de comunicação num telefonema de meia hora e muitas histórias, é tão bom trabalhar contigo e partilhar esta fé que nos move sempre num ambiente de optimismo e boa-disposição, juntar palavras como aventura, bom-humor, originalidade e qualidade é uma ousadia tremenda num trabalho como o nosso, agora vejo que conseguimos e que juntas podemos sempre ir mais longe, obrigada por acreditares e sonhares tanto, contigo é sempre mais fácil e mais divertido. Padre Rui, combinámos os dias e as horas e distribuímos o trabalho com a facilidade que a amizade nos concedeu, partilhámos horas de stress, pequenas e grandes conquistas e confesso que poder aprender e trabalhar consigo é o melhor que eu alguma vez imaginei, não só porque a sua cadeira é confortável, mas também porque tê-lo por perto lembra-me a certeza de que sonhar é a chave para a felicidade e de que há um admirável mundo novo por descobrir e aproveitar, senti-lo tão presente e preocupado é a melhor coisa da amizade.


Há dias que marcam, há pessoas que marcam e há uma felicidade tão genuína e tão grande que nos possui e nos enternece. Gostamos mesmo do que fazemos e é isso que faz com que nos sintamos tão concretizados e felizes no fim deste Festival Jota 2009.


(foto "roubada" à Rita, gostei mesmo!)


Fomos mesmo muito felizes lá… e continuamos felizes, muito mesmo!!

3 comentários:

Joao Rocha disse...

se ha alturas em que nao sabes o que dizer, esta é uma delas....
falaste de todos menos de ti! humildemente com humildade reconheces qualidades nos outros. podes ter a certeza que todos nos reconhecemos qualidades em ti.
o que me apetece neste momento... dar-te um grande abraço
beijo

Ondina disse...

Maria, é impossível não ficar contagiada quando se tem ao lado a energia imparável dos teus 16 anos. Foi bom... muito bom... os nossos abraços dizem tudo... encontrámos mesmo o rumo certo... juntos!

Abraço apertadinho

Andreia disse...

Olá Maria. O prazer foi todo nosso. Surpreendes-me do alto dos teus 16 aninhos. Vi pela força com que encontraste na vida da minha amiga, e no Jota pelo dia-a-dia deste grande projecto! O que ainda virá por aí, pergunto eu... :) de certo, nós na tua vida e tu na nossa... A malta espera por ti! Beijinho!