YayBlogger.com
BLOGGER TEMPLATES

terça-feira, 15 de julho de 2008

é sorrindo que...























" Já perdoei erros quase imperdoáveis, tentei substituir pessoas insubstituíveis e esquecer pessoas inesquecíveis. Já fiz coisas por impulso, já me decepcionei com pessoas que nunca pensei decepcionar-me mas também já decepcionei alguém. Também já abracei para me proteger, já me ri quando não podia, fiz amigos eternos, amei e fui amada. Já gritei e pulei de tanta felicidade, já ri alto e a bom som até me doer a barriga. Já nadei até perder o fôlego, já chorei até adormecer, já me queimei a brincar com velas, já falei com o espelho, já quis ser astronauta. Já me escondi atrás das cortinas e esqueci-me dos pés de fora, já apanhei banhos de chuva. Já fiz confissões antes de adormecer, fiz loucuras que só eu sei, já confundi sentimentos, já andei no caminho errado e continuo a andar pelo desconhecido. Já chorei a ouvir música no autocarro. Já tentei esquecer algumas pessoas, mas descobri que essas são as mais difíceis de se esquecer. Já caí nas escadas de rabo, já disse disparates, já meti os pés pelas mãos, já me arrependi de morte e corei até ficar roxa. Fiz juras eternas, já chorei sentada no chão do meu quarto e na banheira com água a correr, já fugi de casa para sempre, e voltei no instante a seguir. Já saí para andar sem rumo, sem nada na cabeça, a ouvir os meus próprios passos. Já corri para não deixar alguém a chorar, já fiquei sozinha no meio de mil pessoas a sentir falta de uma só. Já ouvi críticas que não consegui aceitar e elogios que me deixaram sem jeito. Já gritei ' Amo-te ' numa praia deserta, já me escreveram 'amo-te' na areia. Já vi o por do sol cor-de-rosa e alaranjado, já olhei Aveiro de cima e mesmo assim não encontrei o meu lugar. Já tive medo do escuro, já vi o arco-íris mesmo por cima de mim, tremi de nervosa e quase morri de amor. Já cantei pimba para não ficar triste, já gritei de felicidade, já abracei mais que uma pessoa ao mesmo tempo, já bebi para esquecer e não esqueci nada, já me apaixonei e achei que era para sempre, mas era sempre um para sempre pela metade. Já me deitei de madrugada e vi a lua virar sol, já vi amigos partir, mas descobri que rapidamente chegam novos. Já fiz batota enquanto jogava monopólio, já andei descalça enquanto chovia, já disse a verdade desejando que fosse mentira, já ri com vontade de chorar. Já tentei interpretar o silêncio, já acordei e adormeci pensando na mesma pessoa, já fui mais feliz durante 8 dias do que durante 20 anos, já consegui agarrar uma estrela. Já chorei de felicidade com uma simples mensagem, já senti falta de alguém sem nunca a ter tido por perto. Já vivi de amor e fiz juras eternas, já "quebrei a cara" muitas vezes! Já chorei a ouvir musica e a ver fotos, já pensei que fosse morrer de tanta saudade e tive medo de perder alguém especial!

Bom mesmo é ir à luta com determinação, abraçar a vida e viver com paixão, perder com classe e vencer com ousadia, porque o mundo pertence a quem se atreve. O tempo faz tudo valer a pena. E nem o erro é desperdício. "


Charlie Chaplin

3 comentários:

Laura disse...

Sem nada para acrescentar. :)

Celinha 007 =) disse...

Que a maioria das pessoas tenham feito isso... d certeza que são felizes... :D gosto de ti *

Ondina disse...

"O mundo pertence a quem se atreve"... Nada mais acertado!
Estou de volta de terras australianas... e no regresso fica aqui um beijo enoooooooooorme para ti!
Ondina